quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Nova Ação Judicial: MPPE Move Ação de Improbidade Administrativa Contra Ex- Prefeita Welita Sales (MDB)

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
04:45

Da Redação:
(Foto: Reprodução/Divulgação)
Como se não bastasse, o processo número 1376-35.2017.8.17.3410, que a primeira dama e ex-prefeita do município do “Ouro Branco”, Vertente do Lério/PE. Welita Walquiria de França Silva Sales (Doutora Welita), do agora (MDB), que ela vai responder na justiça a ação de Improbidade Administrativa, movida pelo Ministério Público de Pernambuco.

Drª Welita Sales é acusada de contratação irregular de servidores no exercício de 2010, quando em seu segundo mandato como prefeita do município. A ação ora impetrada, tem como base o processo do TCE-PE número 1300964-3.

Ela também terá que responder a uma segunda ação civil pública de Improbidade Administrativa número 1375-50.2017.8.17.3410, movida pela representante ministerial doutora Kívia Roberta no apagar da luzes de 2017. Desta feita a ação se refere ao mesmo ato praticado pela então prefeita em 2011. Ou seja, contratou servidores para o município em desconformidade com a Lei.

Conforme a doutora promotora “Fica provado e comprovado, que a doutora Welita Sales, ex-prefeita municipal, no exercício financeiro de 2011, incorreu com suas condutas DOLOSAS em ato eivado (Corrompido, Contaminado, Deteriorado, Trincado, Debilitado) de improbidade administrativa a teor do art.11 e inciso II. Ambos da Lei nº 8.429/92, ante a evidente.

Segundo informações da promotora de justiça Kívia Roberta de Souza Ribeiro, a ação civil pública por atos de improbidade administrativa, visa à responsabilização da ex-prefeita pela prática de atos de improbidade administrativa, que causaram violação a princípios gerais da Administração Pública, notadamente o da legalidade e impessoalidade.

Então diante das provas acostadas, o ministério público pede a condenação da ex-prefeita pela prática de atos de improbidade administrativa que atentaram contra os princípios da administração pública.

A Ré; tem um prazo de (15) quinze dias, a partir do recebimento da intimação, para por meio de advogados, protocolar sua defesa.

OBS: A redação deste blog, a segura o espaço, para que a médica e ex-prefeita se assim o desejar, encaminhar sua versão dos fatos ora publicado.


Escrito por Sérgio Ramos/Radialista e Blogueiro – 04/01/2018

Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top