terça-feira, 4 de abril de 2017

A morte do pacto pela vida e a escravidão militar

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
07:57

(ILUSTRAÇÃO)
Lamentamos o que vem acontecendo em nosso estado de Pernambuco quando o assunto é segurança pública, o que nos faz refletir mesmo sem ser especialista, percebemos  o descaso que tomou conta de nossas vidas, pois lamentavelmente, o que vimos e escutamos são de uma grande tristeza “ O PACTO PELA VIDA” está morto, e os nossos policias estão vivendo um verdadeiro regime de escravidão por parte do governo do estado.

Visto o pouco conhecimento que temos nesta área, mesmo assim, sabemos que os polícias militares são impedidos de realizar greve, devido algo internamente não lhe dar o direito, mas ficamos inconformados com a maneira hostil pela qual estão tratando os homens e mulheres compromissados com a segurança dos cidadãos e deles próprios. Pois bem, querem a todo custo colocar estes para exercer suas funções sem a menor condição de trabalho “São viaturas totalmente sucateadas, coletes vencidos, armamento inferior aos da bandidagem e por ai vai”. Não queremos aceitar que um governo, o qual deveria zelar pela segurança dos seus governados, estejam cruzando os braços, fechando os olhos e dando às costas para o povo, não lhes assegurando o direito de ir vir com segurança pelas ruas de nossos municípios.

São por exemplo, cidades principalmente do interior que não conta com o aparato policial por falta de viaturas, como é o caso de Vertente do Lério no agreste setentrional do estado de Pernambuco.

A secretária de defesa social (SDS/PE), ao invés de fazer a população se sentir segura aumentado o número de policias militares nas ruas, faz o caminho inverso, transfere homens de seus quadros para outros municípios extremos a sua região, pelo simples prazer de tirar na tentativa de enfraquecer o movimento dos policias que vem lutando por melhorias para desempenhar suas funções, visto estes homens e mulheres terem sentimento de humanidade e compromisso com os que precisam de um melhor serviço na segurança pública, como por exemplo; o que fizeram com o policial Evandro Barbosa e outros quatros companheiros seus de farda, transferindo para outros batalhões “ Com a desculpa esfarrapada, que precisam dos serviços do policial na outra localidade”, isto é conversa pra Boi Dormir.

Agora pergunto ao senhor secretário Ângelo Gioia e ao governador Paulo Câmara, o que aconteceu com o PACTO PELA VIDA, morreu e não comunicaram para sociedade foi?

Precisamos de uma atitude urgente dos senhores, não podemos ficar  reféns da vontade dos bandidos, e os senhores só enchendo os ouvidos do povo com falácias.

No caso de Vertente do Lério, município que mencionamos aqui, existe um prédio alugado pela municipalidade para alojar o efetivo da policia militar, mas faz meses que não se visualiza um policial militar nas ruas do município, e o motivo é falta de viatura, como podemos aceitar uma coisa desta? Já o município de SURUBIM também no agreste com uma população de mais de sessenta mil habitantes, conta no momento com apenas uma viatura da policia militar. Acordem senhores, falem menos e trabalhe mais pela vida do povo que os colocou no poder.

(Nossa Presença é sua Segurança).

Escrito por Sérgio Ramos/Radialista e Blogueiro – 04/04/2017
Envie suas Notícias e Denúncias para o E-mail: felizsramosdecarvalho@yahoo.com.br -


Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top