segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Justiça é feita e professora Adriana Campos retornará a sua escola de origem para trabalhar

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
04:05


DA REDAÇÃO:
(Foto do Facebook)
Transferida em novembro de 2017, no dia (10), pela gestão municipal de Vertente do Lério, agreste do estado de Pernambuco, a professora Adriana Campos de Sousa, impetrou um pedido de mandado de segurança por meio de advogado na justiça da comarca de Surubim, e irá retornar a Escola José Batista de Souza, onde durante 23 anos desempenhou suas funções.

Em ato da municipalidade através da secretaria de educação, a educadora foi transferida sem motivo aparente, e iniciou suas atividades profissionais na Escola Municipal Sebastião Apolônio de França, localizada no Sitio Cajá de França área rural, desde o dia (13) de novembro de 2017.

Acontece que em decisão judicial no processo número 0001269-88.2017.8.17.3410, o juiz concedeu a liminar em mandado de segurança, suspendendo o ato administrativo da prefeitura.

Sendo determinado ao prefeito Renato Sales (MDB) e a secretária de educação Maria José, que remaneje a professora Adriana Campos para a Unidade Escolar denominada José Batista de Souza. A gestão deverá cumprir imediatamente a liminar, com a devida comunicação, sob pena de multa diária no valor de R$ 100,00 (CEM REAIS) até o limite dos vencimentos da professora, com renovação no mês seguinte, caso persista a resistência, será instaurado procedimento criminal investigatório para apurar o delito de desobediência à ordem judicial, não descartando a possibilidade da prisão em flagrante, diante da natureza permanente do delito.

No texto da decisão judicial que o blog teve acesso, nos deparamos com o texto que diz; “O    que teria levado a Secretaria reportada a indicar a Impetrante (Adriana Campos) ao meio de tantos outros funcionários? Por outro lado, se a justiça já determinou a re-locação de dois funcionários o histórico serve para comprovar o quanto a gestão se encontra equivocada com as bruscas transferências que vem promovendo”.

Quanto à professora Edvane Saraiva (TATA), a justiça está avaliando o pleito e muito em breve, tomaremos conhecimento da decisão judicial, visto que esta professora também acionou a justiça em busca de seus direitos. Tata foi transferida na mesma ocasião da professora Adriana.

(A cada conquista judicial percebemos o crescimento profissional do jovem advogado George Santa, na terrinha do “Ouro Branco”.)

Do blog: “Quando se vive em uma DEMOCRACIA, é preciso saber conviver com o contraditório, e não querer calar o direito do Cidadão em expressar suas opiniões e pensamentos.”

Escrito por Sérgio Ramos/Radialista e Blogueiro – 26/02/2018

Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top