sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Taxistas de Surubim perdem valorização: Profissionais são prejudicados por não terem espaço para trabalhar durante vaquejada de Surubim.

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
07:56

Do Nossa Terra Surubim.
A Vaquejada de Surubim é grandiosa tanto pela sua tradição como pela capacidade de movimentar a economia local favorecendo a geração de centenas de empregos indiretos e aquecendo o comércio local. Considerando esses aspectos é que a sua organização deve lançar os olhos para fatores como segurança e mobilidade, buscando oferecer à população e aos visitantes recursos suficientes para explorar o evento da melhor forma possível.

É do conhecimento de toda população surubinense que o acesso ao parque de vaquejada sempre foi um desafio para a gestão pública, que anos atrás encontrou a saída para o problema bloqueando uma parte da pista para acesso de veículos, permitindo o tráfego apenas de veículos que faziam o serviço de taxi cadastrados, os quais deveriam conduzir os passageiros até uma área próxima e fixando ali nas proximidades também um ponto específico para esses veículos, ao final dos shows pudessem conduzir os populares até suas residências.

Ocorre que neste ano, o compromisso de cuidar das pessoas fez com que a administração optasse por estabelecer um novo sistema, que vem desagradando a categoria dos taxistas e poderá pegar de surpresa a população que necessita utilizar este serviço

A reclamação dos taxistas é que os mesmos não irão dispor de um ponto de taxi nas proximidades do parque de vaquejada, como ocorrera nos anos anteriores, e aqueles que forem conduzir passageiros até o evento deverão deixar os mesmos ou em frente ao cemitério, na avenida São Sebastião, ou nas proximidades do Reserve Hotel, onde será o ponto de bloqueio de acesso de veículos na PE-90.

A medida adotada revela um verdadeiro retrocesso, primeiro porque prejudica uma categoria de profissionais importantíssima para a nossa cidade, esses homens que conduzem a nossa população diariamente e assim como tantos outros profissionais já vem sofrendo com os efeitos econômicos desta crise financeira. O fato é que, para os taxistas, um evento como a vaquejada funciona como uma espécie de 13º salário da categoria, e a medida adotada, pelo poder público, vai prejudicar significativamente esses profissionais.

Apesar de alguns taxistas terem procurado a Secretaria de Defesa Social do município, o ógão mostrou-se irredutível na medida e sem possibilidades de diálogo com a categoria, o que demonstra falta de respeito para com o cidadão que movimenta a economia do município, busca sobreviver de forma valorosa do seu trabalho e paga tributos para explorar a atividade. 

Por outro lado, deixou-se de olhar para a situação da população que vai sair do evento pela madrugada e estará sujeita a assaltos, uma vez que a distância entre o parque e o ponto onde eventualmente venham conseguir encontrar o serviço de taxi disponível, poderá expor  a população à ação de criminosos que se valem da deficiência de segurança pública para praticar assaltos e outros crimes.

Outrossim, na medida em que os órgãos de segurança estimulam o não consumo de bebidas por quem vai dirigir, chegando a punir com multas cujos valores são elevadíssimos, deveria oferecer também, as condições mínimas de deslocamento para que o turista e mesmo o motorista local, se sinta motivado utilizar outros meios de locomoção uma que vez que é inevitável para muitos aproveitar a festividade com tudo que ela pode lhe proporcionar.

Neste sentido, só resta lamentar e expressar o nosso apoio à insatisfação de muitos taxistas que serão prejudicados e da população que poderá sentir dificuldade para ter acesso ao local do evento e retornar para suas casas de forma segura. É preciso abrir uma linha de diálogo sempre e buscar ouvir as necessidades da população, pois a vaquejada por tudo que ela representa para o nosso município não pode ter seu brilho prejudicado pela incapacidade de diálogo de pessoas que não tem compromisso com a população local.

Por Sérgio Ramos/Radialista e Blogueiro – 15/09/2017
Envie suas noticias e denúncias para o E-mail: felizsramosdecarvalho@yahoo.com.br-

Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top