quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Um povo livre não pode se enganar com promessas que os levará a escravidão.

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
15:05

(Ilustração)
Em uma pequena cidade de um estado vizinho, durante muito tempo, o povo vivia em um regime de escravidão; onde não se podia falar com quem não compartilhava com o pensamento daqueles que se achavam donos da cidade e das pessoas.

Até que um dia este povo acordou, e não permitiu tanto desrespeito ao direito de ir e vir das pessoas, e deram a se mesmo o direito a carta de alforria elegendo uma pessoa do povo para administrar e conceder o direito do dialogo a todos.

E agora com a proximidade da eleição, tentam a todo custo querer enganar as pessoas posando de bonzinhos, mas ás pessoas sábias não vão retroceder no tempo, porque sabem que o tempo da escravidão passou.

Nesta cidade, em tempos atrás, professores não eram valorizados e muito menos reconhecidos por pessoas que pensavam mandar inclusive na vida particular das pessoas, ao ponto de chamar policia para que professores não pudessem lutar pelos seus direitos, até o momento em que o gestor simples de posses, porém rico de coração e caráter assumiu os destinos da pequena cidade.

Daí os professores e o povo em geral deu um grito de liberdade, podendo assim realizar caminhadas pelas ruas da cidade em buscar dos seus direitos, e são recebidos pelo gestor, coisa que era só um sonho antes.

Pense bem, a maior conquista de uma população é a liberdade, e isto não se pode perder! Portanto vote consciente no dia (02) de outubro vindouro.

Escrito por Sérgio Ramos/Repórter e Blogueiro – 18/08/2016

Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top