segunda-feira, 25 de julho de 2016

Eleições 2016: Pensando Política.

Postado por: Dc Sergio Ramos  
Marcador:
15:53

Muito me entristece ver pessoas denegrindo a imagem do outro, e pensa que estar fazendo política. A política em sua essência é uma coisa boa, porém alguns distorcem as coisas, atacando seus adversários com palavrões, falsos, e desrespeito ao ser humano.

Para fazer política é primordial ter propostas e projetos de melhoria para a coletividade, e se querem debater, que seja no campo das ideologias, ideias e enfim, o que se pretende fazer para realizar obras estruturadoras que possam desenvolver uma comunidade e ou comunidades no geral. Mas infelizmente parece – me que no pequeno porém, promissor município de Vertente do Lério, algumas pessoas pensam exclusivamente na melhoria do seu bolso e não no bem estar de uma coletividade.

E com isto, vivem com discursos vazios e sem respeito ao próximo, sejam eles candidatos ou não, acusando sem provas, e por ai vai atirando palavras ao vento e sem responsabilidade, pensando essas pessoas que o povo ainda vive iludido com discursos de esculhambação.

Vamos tentar mostrar de uma maneira simples a diferença sutil, porém significante sobre política e à politicagem:

Política e Politicagem se confundem como uma imagem no espelho. Onde termina a realidade e começa o reflexo invertido e distorcido de si mesmo?´
(Reprodução)


Antes de entrar no mérito do que seria Política e Politicagem, procurei o significado no dicionário e vou usar o resultado da pesquisa aqui. Afinal, quem sou eu perto do HOUAISS, não é mesmo? Entre os vários significados, estes se enquadram melhor.


Política = arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; aplicação desta arte aos negócios internos da nação (política interna) ou aos negócios externos (política externa).


Politicagem = política de interesses pessoais, de troca de favores, ou de realizações insignificantes.

Está bem claro, certo? Deveria, mas não está. O que vemos é a falta de comprometimento (para não dizer caráter) no limite entre uma coisa e outra. Vamos aos exemplos:
Entrar em acordo com partidos políticos adversários para melhor poder governar um país, é fazer Política. Trocar apoio político por dinheiro, é Politicagem! (pra não dizer mensalão. Ops! Corrupção...)


Distribuir o orçamento de acordo com as necessidades partidárias, é Política. Liberar 400 milhões de reais em emendas parlamentares às vésperas da aprovação da CPI dos Correios, é Politicagem! (mesmo que não tenha conseguido segurar a CPI, conseguiu ganhar a presidência e a relatoria... whatever!)


Se preocupar com o futuro da nação ao invés de perseguir governos anteriores, é Política. Acobertar denúncias de corrupção do governo anterior, é Politicagem (para não dizer prevaricação ou - sendo mais leve - omissão!).


O problema é que estamos tão habituados a ver conchavos, desvio de dinheiro público e corrupção que até mesmo nós - tão longe de sermos os beneficiários desta Política(gem) toda - perdemos a capacidade de diferenciar o que é isso ou aquilo. Se ainda nos lembrássemos, ah, se lembrássemos e tivéssemos iniciativa que nossos vizinhos bolivianos e argentinos tiveram, Política e Politicagem seriam duas palavras bem distantes uma da outra. Tanto que eu não precisaria recorrer ao dicionário para saber a diferença...


Isso foi só pra esquentar o blog, ligar as turbinas e provocar o nosso lado crítico. Pra encerrar, vou usar uma de minhas frases prediletas: O maior castigopara quem não gosta de política é ser governado pelos que gostam. Arnold Toynbee, historiador inglês (1889/1975).

Com Informações: Do blog Política ou Politicagem.
Escrito por Sérgio Ramos/Repórter e Blogueiro – 25/07/2016

Sobre o autor do Blog

Sérgio Ramos é Casado, pai, Radialista e Diácono evangélico, Militante do meio Radiofônico.Iniciou a profissão na Rádio cultura do nordeste S/A Caruaru - PE

Visualizações

Seguidores

FAÇA SUA DENUNCIA

FAÇA SUA DENUNCIA
Promotoria de Justiça – 3624-1956 Conselho Tutelar Surubim -3634-4656 S D S de Surubim – 3634-2710 Delegacia de Surubim – 3624-1974 Delegacia da Mulher – 3624-1983
back to top